Uma boa {Breve} apresentação

Acompanhar sites bons, com conteúdo relevante ao dia-a-dia pode ser muito lucrativo quanto consideramos conhecimento um ganho. Existe hoje milhares de sites com conteúdo relevante, sendo essa relevancia muito subjeiva.

Particularmente gosto de sites mais de nicho, {relacionados ao que gosto}, não gosto muito de sites de conteúdo, gosto de posts, materias com assuntos aplicaveis no decorrer dos meus dias, não gosto de frequentar muito, UOL, Terra ou IG, gosto de ir em blogs, abrir links do twitter e compartilhar informações via Facebook.

Após essa breve apresentação de como é meu comportamento como usuário de WEB. Gostaria de compartilhar um assunto que li de como fazer uma boa apresentação, mesmo não tendo feito muitas apresentações gosto de abordar o assunto.

– Usar bem o conteúdo de forma simples e direta, {odeio escrita nas apresentações que faço, [ponto forte], porem meu ponto fraco não tenho a melhor dicção do mundo[ponto fraco]} Em apresentações o legal é usar algo novo, de forma simples ir alem do que o auditorio espera, mesmo que esse auditorio seja de duas pessoas ou milhares, surpreender é a melhor preparação.

O Legal é impresionar, mostrar para as pessoas que você lida com o assunto, o melhor na area, aquela velha historia, saber se vender. Quando as pessoas percebem que você é apaixonado pelo que você faz, elas tendem a se interessar mais pelo assunto, pois é um expert no assunto. E é claro se você é um expert, um apaixonado pelo assunto, você vai saber contar uma história relevante, {relevante, interessante, não mentirosa, não tem nada pior do que a mentira, [opa tem sim, quando as pessoas percebem que alguem está mentindo]) O Legal quando se conta uma história ou apresenta um conteúdo é citar fontes, pessoas que são realmente os experts no assunto, normalmente vale a penas usar os pós e contras, quem gosta e quem é contra, claro no final expressando seu ponto de vista.

Citar histórias pessoas, seus case de sucesso e fracasso e mostrar como você fez, faz a plateia comesar a se interessar, pois eles veem agora não um palestrante ou alguem falando, mas sim uma pessoa que normal que apenas deu uma passo a frente. Vale a pena mostrar vulnerabilidade.

Se você está abordando um assunto, dependendo do caso “vender-se” de mais pode ser um problema, usar seus cases pode ser a melhor maneira de auto-divulgar-se. Se tiver uma empresa um leve slogan no rodapé da apresentação é uma boa ideia.

Não mostre problemas numa apresentação, mostre soluções. As pessoas tem um grande interesse sobre cases, o que funcionou, como aplicar no seu dia-a-dia, levar em consideração isso, pode ser a solução para conquistar seu publico.

Você é um comediante? Sim, que bom para você, pois tem chances de cativar o publico, fazer um stand-up não é a melhor solução, mas momentos hilarios com frases marcantes pode fazer pessoas dessinteresadas a comesar a olhar com mais interesse e pensar sobre o tema que você está falando. Se você não é um comediante, não tente contar piadinha, só vai te contranger. Eu tenho a seguinte fras “se você é engraçado, pode fazer uma plateia rir com uma piada ruim, se você não é, tentar contar uma piada engraçada, pois a chance de dar errado é alta, e dai consegue levar ao dessinteresse uma plateia.

Saber focar no assunto que é o tema é a linha correta, sempre com historias, assuntos que estão ligados ao tema principal, desfocar pode dar um impressão ruim, valorizar o tema e tambem o tempo de quem está assistindo a apresentação. A apresentação seria como algo visual para te lembrar do que você precisa falar, o conteúdo tem que estar com você não na apresentação.

– A materia é boa, apesar de citar coisas obvias, vale a pena ler e refletir. Minha reflexão foi baseada em…

10 regras para uma boa apresentação (TED Talks) Adriana Salles Gomes

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *